Muitos cristão não evangelizaram ninguém nos últimos seis meses, diz pesquisa – Igreja Pentecostal Deus é Amor

Muitos cristão não evangelizaram ninguém nos últimos seis meses, diz pesquisa

Muitos cristão não evangelizaram ninguém nos últimos seis meses, diz pesquisa

A igreja evangélica/cristã, isto é, originada em consequência das Boas Novas de Jesus Cristo, que é o evangelho registrado na Bíblia Sagrada, precisamente no Novo Testamento, tem como um dos seus principais fundamentos anunciar o amor e a graça de Deus para os perdidos, prática essa chamada de “evangelismo”.

Este ensino, também conhecido como “Grande Comissão”, se baseia nas palavras do próprio Jesus Cristo, relatadas no livro de Mateus, capítulo 28, dos versículos 19 ao 20, como está escrito:

“Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”.

No entanto, uma pesquisa feita pela organização LifeWay Research mostra que o evangelismo não tem sido a prioridade para muitos cristãos. 55% dos que frequentam a igreja pelo menos uma vez por mês disseram não ter falado de Cristo para ninguém nos últimos seis meses.

Os números não são muito diferentes quando se trata de pessoas com maior número de frequência. No geral, apenas 45% disseram ter evangelizado uma vez no mesmo período de tempo e 24% confirmaram ter falado com uma ou duas pessoas.

“Compartilhar as boas novas de Jesus é a missão da igreja, mas não parece ser a prioridade dos seus frequentadores”, disse Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research.

Outros dados ainda mostram que 56% dos fiéis oram pelo menos uma vez na semana para que Deus lhes dê a oportunidade de evangelizar, enquanto apenas 23% faz essa oração diariamente.

“Cristãos jovens adultos e de meia-idade têm mais probabilidade de compartilhar com alguém como se tornar um cristão do que adultos”, disse McConnell, indicando que a maior disposição física dos jovens provavelmente faz diferença nessa proporção.

McConnell explica que o evangelismo é algo gradual, mas um dever da Igreja, algo que deve ser encarado como um compromisso, já que faz parte da identidade cristã, instituída pelo próprio Jesus, segundo o Christian Post.

“Jesus nunca prometeu que a Grande Comissão seria completada rapidamente, mas Ele estabeleceu a expectativa de que os esforços para alcançar todas as nações com o Evangelho devem ser contínuos. Muitos na igreja hoje parecem estar distraídos da ordem final de Jesus”, conclui McConnell.

Fonte: Gospel Mais